Category: Devocional (page 2 of 7)

Nenhum CNPJ vale um AVC…

Atos 5.42

E todos os dias, no templo e nas casas, não cessavam de ensinar, e de anunciar a Jesus Cristo.

O verbo compartilhar (share, em Inglês: dividir, repartir e/ou distribuir) está em alta desde o advento da Internet.

Mesmo quem não sabe Inglês reconhece essa palavra – share -na tela do computador, e clica nela a fim de passar a informação a outra pessoa. Dentro de pouco tempo, muita gente – muita gente mesmo estará tendo aquele mesmo conhecimento, a custo zero! E isso é bom – sim, o compartilhar veio para ficar. Foi-se o tempo que o bom funcionário era quem detinha o conhecimento “se garantia” e não passava nada a ninguém, numa forma de autodefesa e permanência na função. Hoje em dia, quem se comporta assim estará  sujeito a uma demissão – e rápida!

Eis aqui algumas dicas para quem está empregado – nesses tempos bicudos – e planeja assim permanecer:

  1. Procure conhecer a sua empresa: história de fundação, etapas vencidas, etc.;
  2. Esteja sempre pronto a atualizações; voluntarie-se para novos cursos ofertados pela empresa;
  3. “Share” todo o conhecimento adquirido nos cursos – disso dependerá a sua permanência;
  4. Assuma novos desafios e esteja preparado para adequações;
  5. Respeite seus superiores e reconheça seus subordinados – sempre.

Dedique-se ao seu trabalho. Mas, lembre-se: nenhum CNPJ vale um AVC (quem lê, entenda). 

Ah, analisemos agora o verso bíblico acima:

E TODOS OS DIAS, NO TEMPLO E NAS CASAS: o Evangelho era vivenciado no templo e nas casas, e isso todos os dias e não apenas aos domingos ou dias de festa! Não se pode ser cristão uma ou duas  vezes na semana! A Bíblia precisa ser lida (e vivida) todos os dias – todos os dias! Seremos reconhecidos pelo que fazemos, e não pelo que pregamos! Nossas vidas são o verdadeiro testemunho de nossa fé!

NÃO CESSAVAM DE ENSINAR, E DE ANUNCIAR A JESUS CRISTO: o primeiro e maior ministério de Jesus Cristo foi o de ensinar a palavra de Deus, e o segundo foi o de anunciar a chegada do Reino de Deus àqueles que lhe ouviam nas empoeiradas estradas de Israel. No entanto, até hoje, ainda nos “encantamos-extasiamos” com pregadores que se esgarçam (perdem a voz, literalmente) na tentativa de passar uma espiritualidade que, no dia a dia, não corresponde a realidade! Deus do céu! quantos escândalos! A frequência aos cultos de ensino é baixa; mas as multidões acorrem aos palradores frívolos e mercantilistas da palavra de Deus! Até quando!?

Após a leitura deste artículo, quem sabe você não se anime a compartilhá-lo! Espero em Deus que você faça isso.

Que Deus tenha piedade de nós! Senhor, tende piedade de nós!

PCSampaio

Pastor e radialista em http://www.radiobenedictusfm.com

5585 9 9982 1165 WhatsApp DUO

Skype pcesarsampaio

Quem tem medo de ser julgado? E por que?

1 Pedro 4:17

Porque já é tempo que comece o julgamento pela casa de Deus; e, se primeiro começa por nós, qual será o fim daqueles que são desobedientes ao evangelho de Deus?

João 7:24

Não julgueis segundo a aparência, mas julgai segundo a reta justiça.

1 Coríntios 5:12

Porque, que tenho eu em julgar também os que estão de fora? Não julgais vós os que estão dentro?

Verdade seja sempre dita: cada vez que alguém emite uma opinião – crítica, que seja – sobre uma suposta liderança ou a um cristão que esteja em crasso erro, logo saem muitos em defesa vociferando “não julgueis e não serei julgados; não condeneis e não sereis condenados; perdoai e sereis perdoados {…}” conforme Lucas 6.37. Afinal, pode-se ou não julgar?

Todo julgamento pode acabar em condenação ou absolvição. No entanto, 99% das pessoas já têm decorado Lucas 6.37, mas se esquecem – de propósito – se esquecem de 1 Pedro 4.17 e João 7.24, e de 1 Coríntios 5.12, dentre outros versos. E aqui sou obrigado a formular algumas ponderações:

  1. Jesus nunca proibiu o julgamento, que deve começar pela Igreja, por cada um de nós, não segundo a aparência, mas conforme a reta  justiça;
  2. São os julgamentos sem misericórdia que são condenados por Jesus; os julgamentos segundo a reta razão, segundo as Santas Escrituras – assegurado o direito de defesa – esses todos devem ser feitos de imediato, antes que o mal se alastre e prejudique toda a Igreja;
  3. O culpado sofrerá a punição; o inocente terá a absolvição.

Naturalmente, o julgamento deve ser pleno de misericórdia, como de uma mãe ou pai que – mesmo entre lágrimas- tem de punir os seus filhos. Não julgar, não denunciar, fazer ouvido de mercador é ser cúmplice do erro, do pecado, da heresia que chegou ao Brasil, de mala e cuia, e nunca mais saiu.

PCSampaio

Pastor e radialista em http://www.radiobenedictusfm.com

5585 9 9982 1165 WhatsApp DUO
Skype pcesarsampaio / Email paulocesar@benedictus.com.br

Por que Deus não responde às minhas orações?

Jó 21:15

Quem é o Todo-Poderoso, para que nós o sirvamos? E que nos aproveitará que lhe façamos orações?

Somos ensinados que Deus responde a todas as orações! Será isso verdade!? As Santas Escrituras e a nossa própria vida dizem que não – não, e não! Para muita gente, ler isso aqui é grande decepção – quase um sacrilégio! A verdade é bem outra, e, nesse pequeno artigo, pretendemos esclarecer uns pontos, de uma vez por todas.

DEUS NÃO RESPONDE AS ORAÇÕES ESTÚPIDAS: sim, há orações estúpidas, tipo:

  1. Senhor, ajuda-me a ganhar na loteria;
  2. Senhor, traz de volta o(a) meu(minha) namorado(a) que eu ‘chifrei’ há pouco tempo;
  3. Senhor, ajuda-me a perder peso, mesmo comendo tudo a toda hora;
  4. Senhor, abençoa-me agora – hoje – mesmo tendo eu estado muito longe de ti desde sempre;
  5. Senhor, dá-me inteligência para passar na prova, mesmo sem ter nada estudado;
  6. Senhor, faz meu Ministério crescer, mesmo sendo eu preguiçoso, sem criatividade, sem visão de nada;
  7. Senhor, realiza em mim a tua vontade, desde que coincida com a minha!

E, aí, Deus Todo-Poderoso vem com o seu silêncio tumular – e a resposta é NÃO!

DEUS SÓ RESPONDE AS ORAÇÕES QUE ESTÃO DE ACORDO COM A VONTADE DELE – DELE: a Bíblia está cheia da vontade de Deus, expressa em todos os seus livros (cf. E o mundo passa, e a sua concupiscência; mas aquele que faz a vontade de Deus permanece para sempre. 1 Jo 2.17). Mas, aí, surge outra crucial pergunta: e qual é a vontade de Deus? Resposta: Porque esta é a vontade de Deus, a vossa santificação; que vos abstenhais da prostituição. 1 Tes.4.3).

Sejamos honestos: se Deus respondesse a todas as nossas orações, alguns já estaríamos mortos – há muitooooo tempoooo!

Que Deus tenha piedade de nós! Senhor, tende piedade de nós!

PCSampaio

Pastor e radialista em http://www.radiobenedictusfm.com

5585 9 9982 1165 WhatsApp DUO

Skype pcesarsampaio

Email paulocesar@benedictus.com.br

 

Atavios e arrebites – há uma moda evangélica?

1 Timóteo 2

9  Que do mesmo modo as mulheres se ataviem em traje honesto, com pudor e modéstia, não com tranças, ou com ouro, ou pérolas, ou vestidos preciosos,

10  Mas (como convém a mulheres que fazem profissão de servir a Deus) com boas obras.

Fica sabido que existem cerca de 42 milhões de evangélicos no Brasil, segundo as mais recentes estatísticas. A Assembléia de Deus continua sendo a maior Igreja. De cada 5 crentes, 3 pertencem a essa denominação (há quem conteste esse número). De toda maneira, esse segmento gira em torno de 15 bilhões de reais por ano em vendas de Bíblias, CDs, roupas, etc.  – número nada desprezível, e que tem atraído até mesmo empresas “de fora” para atuar nesse nicho da economia que cresce a cada ano – apesar da crise.

Atavios e arrebites – há uma moda evangélica? Sim, existe uma ‘moda evangélica’, segundo uns; e existe um ‘estilo próprio’ da mulher de Deus, segundo outros. Tudo depende do ponto de vista de cada um, e da vista de um ponto de quase todos. Dito de outra forma: a mulher de Deus deve(ria) se vestir de modo honesto, com pudor e modéstia, como explicita o verso 9 acima. Não, não está proibido o uso de tranças, e ouro, e pérolas – desde que usados com parcimônia. Afinal de contas, Igreja não é passarela da SPFW (São Paulo Fashion Week) – quem lê, entenda!

ATENÇÃO MULHERES DE DEUS: FUJAM DO ESTILO “PIRIGUETE-GOSPEL”: elas não usam decotes ou comprimentos curtos, mas exageram em:

  1. Modelagem muito justa;
  2. Blusas curtas, que revelam a barriga ao levantar os braços;
  3. Transparências ou tecidos reveladores.

Certa feita, uma “Piriguete-Gospel” subiu ao púlpito para fazer uma oração. O vestido longo e coladíssimo ao corpo quase impediu a respiração dela, que se esgoelou tentando passar uma imagem de “espiritual”, etc., enquanto – na prática, bem ali, diante de toda a Igreja – na prática ela desdizia e desfazia a própria oração! O marido, bem atrás dela, no púlpito, entrava em êxtase!

Bom senso – bom senso em tudo.

Estou em trânsito e à pressa! Em falta de coisa melhor, saiu este texto aqui!

Que Deus tenha piedade de nós! Senhor, tende piedade de nós!

PCSampaio

Pastor e radialista em http://www.radiobenedictusfm.com

5585 99982 1165 WhatsApp DUO

Skype pcesarsampaio

Email paulocesar@benedictus.com.br

 

 

A carne é mesmo fraca, ou você é um hipócrita?

Mateus 26:41

Vigiai e orai, para que não entreis em tentação; na verdade, o espírito está pronto, mas a carne é fraca.

Enquanto escrevo este texto, há uma ‘Operação Carne Fraca‘ deflagrada pela nossa gloriosa Polícia Federal. Ela investiga 40 empresas do setor alimentício envolvidas em esquema de corrupção para a liberação de carne (e derivados) sem a devida inspeção sanitária. 21 frigoríficos tiveram suspensas as suas exportações. O escândalo é de grande magnitude e o prejuízo para a economia e imagem do Brasil  ainda não foi contabilizado – todavia sabe-se que é  enorme e levará tempos (no plural!) para a ‘vaca sair do brejo’.

Os 21 frigoríficos investigados pelo Ministério da Agricultura:

  1. Frigorífico Oregon (Apucarana-PR)
  2. Frango DM Indústria e Comércio de Alimentos (Arapongas-PR)
  3. Seara Alimentos (Lapa-PR)
  4. Peccin Agro Industrial (Jaraguá do Sul-SC)
  5. BRF (Mineiros-GO)
  6. Frigorífico Argus (São José dos Pinhais-PR)
  7. Frigomax Frigorífico e Comércio de Carnes (Arapongas-PR)
  8. Industria e comercio de Carnes Frigosantos (Campo Magro-PR)
  9. Peccin Agro Industrial (Curitiba-PR)
  10. JJZ Alimentos (Goianira-GO)
  11. Balsa Comércio de Alimentos Eireli (Balsa Nova-PR)
  12. Madero Indústria e Comércio (Ponta Grossa-PR)
  13. Frigorífico Rainha da Paz) (Ibiporã-PR)
  14. Indústria de Laticínios S.S.P.M.A. (Sapopemba-PR)
  15. Breyer & Cia (União da Vitória-PR)
  16. Frigorífico Larissa (Iporã-PR)
  17. Central de Carnes Paranaense (Colombo-PR)
  18. Frigorífico Souza Ramos (Colombo-PR)
  19. E.H. Constantino & Constantino (Londrina-PR)
  20. Fábrica de Farinha de Carnes Castro (Castro-PR)
  21. Transmeat Logística, Transportes e Serviços (Balsa Nova-PR)

A informação acima é minha modesta contribuição ao meu leitor – tão consumidor quanto eu.

Mas, voltemos ao verso bíblico – sim, voltemos a ele:

VIGIAI E ORAI, PARA QUE NÃO ENTREIS EM TENTAÇÃO: dito de outra forma: seja, de fato, um homem e/ou mulher de Deus. Não dê margem para que o diabo(los) atue em sua vida. Sobretudo: pare, pare de dizer que a “culpa é do diabo”! Isso não cola mais! Fortaleça-se na palavra de Deus. Vigie, ore, vá à Igreja.

NA VERDADE O ESPÍRITO ESTÁ PRONTO, MAS A CARNE É FRACA: errar é humano; perdoar é divino. Cometer o mesmo erro duas, três, quatro vezes é burrice – e crônica! A alma que pecar, essa morrerá! Fortalecendo o espírito, a carne estará menos susceptível às tentações. E, se por extrema desgraça, você pecar, que seja em um ‘novo pecado’, não no mesmo de antes! Não seja hipócrita!

Ah, boa semana! Vigie, irmão!

Que Deus tenha piedade de nós! Senhor, tende piedade de nós!

PCSampaio

Pastor e radialista em http://www.radiobenedictusfm.com

5585 9 9982 1165 WhatsApp DUO

Skype pcesarsampaio

Email paulocesar@benedictus.com.br

Hay gobierno? Soy contra!

Salmos 37:35

Vi o ímpio com grande poder espalhar-se como a árvore verde na terra natal.

Poder (do Latim potere) é a capacidade de mandar, de agir, de determinar e de exercer soberania sobre coisas e pessoas.

Fica sabido que o poder não é intrinsecamente mau, como não é mau o dinheiro. Desde que mundo é mundo que o ser humano busca o poder, e para isso pode(rá) matar o seu próprio irmão, ou pai ou mãe – ou os dois juntos! A isso a gente vê todos os santos dias na TV, e na mídia em geral. A malignidade está no uso(fruto) do poder. Se exercido de forma legítima, o próprio Deus – que é Todo-Poderoso – reconhece e abençoa aquele que está na liderança. Se esse mesmo poder é exercido de forma autoritária-imperialista, então estará sujeito a ser confrontado e tomado por via democrática, ou não! A história prova isso de forma irrefutável.

Jesus Cristo transformou o poder que ele tinha, tem e sempre terá, em serviço. Esvaziou-se da divindade para assumir a humanidade e, assim, redimir o homem de sua perdição. Cristo é o exemplo maior de poder exercido em serviço. Poder para servir, e não para ser servido! De fato, o poder confere autoridade, mas o serviço confere algo ainda melhor –  a respeitabilidade – isto é,  estima e admiração daqueles liderados. O santo Evangelho confere poder e autoridade morais, que transformados em ações concretas, podem modificar o curso da história de um povo.

VI O ÍMPIO COM GRANDE PODER: para ficarmos em nosso país – o Brasil – o poder tem sido exercido com imensa corruptibilidade desde o “descobrimento” em 1500. Alguém já disse que a corrupção atravessou o Atlântico nas caravelas, aqui desembarcou, e nunca mais retornou! Dito de outra forma,  o poder não se transformou em serviço na terra-brasilis, e pagamos alto prêço até hoje. No entanto, não estamos “predestinados à ruína” até a morte! não, isso não! Se há mau governo, ele deve ser derrubado, pelas vias democráticas. No âmbito religioso cristão, muitos fariseus hipócritas se assentaram na cadeira de Moisés, e deveriam ser também de lá removidos.

ESPALHAR-SE COMO ÁRVORE VERDE NA TERRA NATAL: eis que vos conto um mistério: em uma antiga matinha fechada, próxima à minha casa, o seu proprietário resolveu derrubá-la e limpar tudo. Assim fez. Nada plantou e lá deixou. Viajou e passou longo tempo fora. Ao retornar, percebeu a existência da matinha, de novo!  Ele havia derrubado tudo, mas deixado as raízes; e elas renovaram e a matinha se refez. Assim é o mau: se faz e se refaz , a não ser que seja extirpado pela raiz – pela raiz.

O poder é para servir – e não para ser servido.

Que Deus tenha piedade de nós! Senhor, tende piedade de nós!

PCSampaio

Pastor e radialista em http://www.radiobenedictusfm.com

5585 9 9982 1165 WhatsApp DUO

Skype pcesarsampaio

Email paulocesar@benedictus.com.br

 

A serpente que morreu de gripe H5N1

Salmos 58:4

O seu veneno é semelhante ao veneno da serpente; são como a víbora surda, que tapa os ouvidos

Houve um atraso em Belo Horizonte e o avião aterrissou em Fortaleza às 5h30. Desde às 3h30 –  hora inicialmente prevista da chegada da aeronave – o senhor James Snakes já estava no aeroporto internacional Pinto Martins, a fim de receber carga preciosíssima, pela qual havia pago R$ 4.000,00 em 12 módicas parcelas, em seu cartão de crédito. Mr. James Snakes é discreto criador (e revendedor) de “Serpentes Pet”, atividade que deve estar causando surpresa (e asco!) a alguns de meus leitores, mas que é motivo de enorme alegria e não pouco lucro ao inglês de 65 anos, dos quais 35 vivenciados na terra de José de Alencar. Aqui havia ele chegado de férias e, ao conhecer uma morena, se encantou e decidiu ficar – até hoje.

Na caixa que trazia a “Serpente Pet”, havia curiosa propaganda, da forma seguinte:

  • Serpentes Pet- seja diferente: crie uma serpente!;
  • São mais difíceis de adoecer;
  • Não é preciso se preocupar com mordidas das espécies jiboia e salamanta;
  • As escamas são secas. Elas não são animais “pegajosos”;
  • A serpente não é fria, ela se adapta à temperatura ambiente;
  • Não são dependentes, como cachorros e gatos.

Nosso Mr.. James Snakes pegou sua encomenda, pô-la no carro, rumou para sua casa e viveu feliz por 6 mêses. Ocorreu que a Dorothy (esse foi o nome dado à serpente) adoeceu e foi levada ao veterinário, que diagnosticou uma gripe das mais graves e mortais: a H5N1. Apesar dos intensos cuidados, Dorothy morreu em uma chuvosa segunda-feira, às 5h30 da manhã, de modo pacífico, silencioso e inodoro – enquanto o inglês, de notebook aberto, já encomendava outra para ser pega no aeroporto naquele mesmo dia.

O SEU VENENO É SEMELHANTE AO VENENO DA SERPENTE: sim, há serpentes não-venenosas, como a nossa Dorothy, e há outras enormemente venenosas, que basta uma picada e, pronto! morte certa! Estou seguro em afirmar que há gente que se comporta como uma “Serpente Pet”.  Gente que se faz de amigo, de prestativo, de calado, de confiança – e o inocente (potencial vítima) vai se abrindo com ele/ela, ao ponto de revelar os mais íntimos segredos… Depois, a médio ou longo prazo, percebe que a figura se transformou em um enorme dragão a vomitar fogo por todos os poros! Na Bíblia, dragão está ligado à figura de satanás: Ele prendeu o dragão, a antiga serpente, que é o Diabo e Satanás, e amarrou-o por mil anos (Apoc. 20.2).  Portanto, olho vivo! Cuidado com suas amizades!

SÃO COMO A VÍBORA SURDA, QUE TAPA OS OUVIDOS: leia o parágrafo acima. Agora tape os ouvidos ao que a “Serpente Pet” lhe disser. Não caia no “Conto da Serpente”, como fizeram Eva & Adão.

Que Deus tenha piedade de nós! Senhor, tende piedade de nós!

PCSampaio

Pastor e radialista em http://www.radiobenedictusfm.com

Skype pcesarsampaio

Email paulocesar@benedictus.com.br

 

 

Vendo de perto, ninguém é normal…

1 Coríntios 1:18

Porque a palavra da cruz é loucura para os que perecem; mas para nós, que somos salvos, é o poder de Deus

Hum – penso que atrai a atenção de meu leitor com o título “vendo de perto, ninguém é normal”.

A Psiquiatria define a loucura como uma doença orgânica, que recebe um nome – esquizofrenia – e que necessita de um imediato tratamento farmacológico para eliminar o pensamento e o comportamento do indivíduo.  A Psicanálise define-a como algo que “faz parte de cada um de nós”, está em nosso inconsciente, e “louco-varrido” vem a ser aquele que não resistiu à constante luta que se desenvolve em e dentro de si.

Fica sabido que os conceitos de loucura divergem entre os saberes da Medicina, desde sempre.

Analisemos o verso bíblico acima, como de praxe:

PORQUE A PALAVRA DA CRUZ É LOUCURA PARA OS QUE SE PERDEM: em tão curta frase temos duas “loucuras”: 1. A palavra da cruz sempre foi loucura e deve(rá) sê-lo.  A cruz é símbolo de maldição; mas é também de salvação; 2. Na cruz Jesus sofreu, e chorou, e verteu sangue para que eu hoje pudesse ser salvo, chorar de alegria, e me sentir com a alma e espírito ‘lavados’ por aquele precioso sangue do inocente que deu a própria vida – na cruz – em meu lugar. Louco mesmo é aquele que a isso não atenta; pior dos mundos: declara que tudo não passa de uma histeria coletiva engenhosamente engendrada pelos discípulos de Jesus Cristo.

MAS PARA NÓS, QUE SOMOS SALVOS, É PODER DE DEUS: todo o que aceita a Jesus Cristo como salvador está a salvo. Essa aparente simplicidade e desconcertante amorosidade deixam qualquer um “muito doido”; porque – a rigor – a gente pensa que um cipoal de “sacrifícios”, “desencapetamentos”, “unções-de-última hora” e “quebras-de-maldições” são necessários (aliás, imperativos!) para que o mortal atinja a imortalidade. Nada mais falso! O meu leitor – cuja inteligência está acima da média – deve fugir dessas arapucas que pregam a mentira, a fim de engordarem os seus bois, as suas vacas,  os seus puxa-sacos, e que tais. Liguem os fios!

Pregamos o evangelho puro e simples: Jesus Cristo salva, cura, batiza com o Espírito Santo, prepara e leva o crente para o céu. O que passar disso só pode(rá) vir de um cabra muito doido e bom de levar umas chicotadas, e bom de ser amarrado de cabeça pra baixo até confessar o pecado e fazer voto de que nunca mais vai pregar heresias; o que passar disso só pode(rá) vir de um cabra que merece ser pendurado no armador, de cabeça pra baixo e levar uma surra de toalha molhada (pois não deixa marcas no corpo…) até dizer que vai voltar à Escola Bíblica Dominical, e que nunca mais vai falar mal dos irmãos e do pastor da Igreja…

– Esquizofrênico, alguém acaba de gritar bem atrás de mim!

Que Deus tenha piedade de nós! Senhor, tende piedade de nós!

PCSampaio

Pastor e radialista em http://www.radiobenedictusfm.com

5585 9 9982 1165 WhatsApp DUO

Skype pcesarsampaio

Email paulocesar@benedictus.com.br

 

 

Desejo a todos uma boa vida e uma excelente morte!

Gênesis 25:8

E Abraão expirou, morrendo em boa velhice, velho e farto de dias; e foi congregado ao seu povo.

Ortotanásia: um conceito médico ainda pouco divulgado e que significa uma morte digna, sem abreviações nem sofrimentos extenuantes ao moribundo e a toda a família. Receio que o meu leitor ainda não tenha ouvido falar disso; quando muito, conhece a Eutanásia, que é abreviar – sim, abreviar a vida de um paciente terminal.

Abraão morreu aos 175 anos de idade, em boa-ditosa velhice e farto de dias; e foi congregado ao seu povo. De minha parte, não tenho pressa de morrer e diria a verdade se revelasse que almejo a mesma morte desse patriarca.

A verdade toda é que para muita gente a morte é fim de tudo, assim como uma lâmpada que se apaga, sem possibilidade de transcendência . Aquele que não crê em transcendência (algo para além da morte, num conceito quase simplista), está fadado a uma vida mais triste. Inúmeras pesquisas já foram feitas por renomadas universidades. E todas elas são da mesma opinião: crer em vida (alguma forma dela) depois da morte faz dessa vida aqui algo suportável.

Morte foi, é e sempre será assunto tabu. Todos queremos vida eterna e, de preferência, que seja aqui mesmo na terra, ao lado de familiares, e amigos, e parentes, e aderentes, e consanguíneos, e afins. A vida eterna é possível somente em Jesus Cristo (cf. João 3.16). Qualquer atalho será punido aqui e no além. Portanto, olho vivo!

No mundo oriental, eles lidam melhor com a questão da morte. Não há desespero em um funeral no oriente, onde lá estive em viagens e pude constatar. No mundo ocidental, dependendo da religião – ou da inexistência dela – o quadro pode ser desesperador, trágico ou até mesmo engraçado: alguns chorando à beira do caixão, enquanto outros sorriem em alegres rodas-de-conversa; até mesmo há quem beba , mas beba tanto que, de volta à sala de velório, acaba errando a porta e vertendo lágrimas a outro defunto! No lado protestante,  o quadro pode ir da sobriedade, da contrição, das lágrimas contidas, dos elogios rasgados ao defunto em intermináveis discursos,  a um culto-de-despedida com direito a pregação de uma hora, revelações de última hora, profecias, “girar-do-manto” e outras  esquisitices travestidas de cristianismo.

Mas, já hora é de por um fim a esse texto, e desejar ao meu leitor uma boa vida e – sobretudo – uma excelente morte!

Não – não se assustem! Desejo a cada um de meus leitores a morte de Abraão: 175 anos,  em boa velhice.

Que Deus tenha piedade de nós! Senhor, tende piedade de nós.

PCSampaio

Pastor e radialista em http://www.radiobenedictusfm.com

Skype pcesarsampaio

Email paulocesar@benedictus.com.br

Juntos & misturados!

João 16

13  Mas, quando vier aquele Espírito de verdade, ele vos guiará em toda a verdade; porque não falará de si mesmo, mas dirá tudo o que tiver ouvido, e vos anunciará o que há de vir.

14  Ele me glorificará, porque há de receber do que é meu, e vo-lo há de anunciar.

15  Tudo quanto o Pai tem é meu; por isso vos disse que há de receber do que é meu e vo-lo há de anunciar.

 

A Igreja crê na Trindade porque foi revelada pelo próprio Cristo. Essa verdade absoluta foi tratada e definida no Concílio de Nicéia, ano 325 AD, com a participação de 318 bispos de todo o mundo. Desde esse tempo, inimigos – dentro do próprio Cristianismo! – têm-se levantado para negar essa pedra basilar-fundacional de nossa religião. Até hoje, século XXI, na terra-brasilis, diversos grupos negam a Trindade; no entanto, para delírio deles, muitos trinitarianos cantam suas músicas e lêem seus textos (quem lê, entenda!).

Deve-se afirmar que, a dificuldade para compreender o mistério da Trindade é um argumento a favor, e não contra a sua verdade! Do lado de cá desse mundinho nosso, jamais – repito – jamais iremos compreender a Trindade em sua completude e concretude. Deus existe, e é um e múltiplo ao mesmo tempo. Nele, a unidade e diversidade se encontram, se fundem, e se dão a conhecer. Pode-se, naturalmente, não aceitar essa realidade – e pregar contra ela. Todavia, uma verdade não deixa de sê-lo porque alguém lhe nega! Deus é amor, portanto não pode ser um Deus solitário! Amar implica outro e/ou outrem! Há um que ama, um que é amado e algo (ah, o amor!) que os une.

Êitaaaa pastor! o senhor está “teológico demais” hoje! Será!? Então, tá! Façamos assim:

  1. Creiamos em Deus Pai todo-poderoso;
  2. Creiamos no unigênito Filho de Deus – a saber: Jesus Cristo;
  3. Creiamos no enviado do Pai e do Filho – a saber: o Santo Espírito.

Seguimos juntos & misturados, iguais & diferentes. Afinal, toda unanimidade é burra!

PCSampaio

Pastor e radialista em http://www.radiobenedictusfm.com

5585 9 9982 1165 WhatsApp DUO

Skype pcesarsampaio

Email paulocesar@benedictus.com.br

Older posts Newer posts

© 2017 Benedictus

Theme by Anders NorenUp ↑