Month: dezembro 2016

Em 2017, que você continue pobre e necessitado…!!!

“Eu sou pobre e necessitado, porém o Senhor cuida de mim (…) Salmo 40.17a

Desde a fundação do mundo que o dinheiro foi “inventado”. Genial criação da humanidade, onde cada nação tem o seu em cores e valores diferentes, para uso do bem ou do mal!

Cumpre-me dizer a verdade: dinheiro é “papel”, onde nele se dá um valor qualquer e todos o aceitam passivamente. Ou seja, o mesmo papel que imprime uma nota de 2 reais, também nele se faz uma outra nota de 5, de 10, de 20, de 50 e de 100. O papel valor nenhum tem, a não ser que nele se imprima um.

A nossa relação com o dinheiro diz muito sobre os nossos valores. “Dai a César o que é de César; e a Deus o que é de Deus”, disse Jesus de Nazaré . Temos que saber quem é – a rigor – o nosso Deus.

Conheço alguns ricos em papel-moeda; e paupérrimos em valores e princípios morais. De tudo fazem para a obtenção do metal; em detrimento de suas almas e espíritos, que morrem à míngua a cada dia, a cada dia, a cada dia…

No Velho e Novo Testamentos, a maioria do povo de Deus é pobre em moedas; e riquíssimo em valores, princípios, afetos e cuidados de um para com o outro. Importa o ser; não o ter por ter, a qualquer prêço.

De minha parte, continuo pobre em papel-moeda e necessitado dos cuidados divinais. O Senhor tem cuidado de mim, apesar de mim.

Ninguém pode servir a dois  senhores: a Deus e ao dinheiro! Que em 2017, você continue “pobre e necessitado”.

Paulo César Sampaio

Pastor e radialista

5585 9 9982 1165 WhatsApp

Skype pcesarsampaio

Email paulocesar@benedictus.com.br

https://www.facebook.com/pcesarsampaio

Então é Natal – de novo!

Jesus nasceu em Belém de Judá  […]” Mateus 2.1a

Todos sabem que Jesus Cristo nasceu em Belém de Judá (Israel).

Ninguém sabe, ao certo, em que dia Ele nasceu. A verdade é que a data não tem importância para fins “de salvação”.

O Império Romano convencionou 25 de dezembro a fim de “cobrir” festas politeístas vigentes à época. O mais provável é que Ele tenha nascido no início de janeiro, ou mesmo em fevereiro.

O cristianismo sempre teve enorme poder de aculturar os convertidos.

Portanto, não é “pecado” (jamais será) ter-se em casa:

1. Árvore de Natal;
2. Panettone e outras guloseimas;
3. Recreações tipo amigo-secreto.

Se o meu leitor leu e/ou viu de alguém que tais coisas são “pecados”, perdoe-lhe a profunda incultura bíblica e a estupenda ignorância, além do talento natural de ser um desmancha-prazer.

Feliz Natal!

Paulo César Sampaio

Pastor e radialista

5585 9 9982 1165 WhatsApp

Skype   pcesarsampaio

Email paulocesar@benedictus.com.br

https://www.facebook.com/pcesarsampaio

 

Nada me faltará?

“O Senhor é meu pastor e nada me faltará” (Salmo 23.1) 

Frequentemente, a leitura que se faz deste verso é de que nada (material) nos há de faltar…

Ora, a realidade entre os filhos de Deus é bem outra:  há sempre algo faltando – às vezes, até mesmo o essencial.

Então, como explicar e – sobretudo entender – este verso?

  1. O Senhor (Jesus Cristo) sempre será pastor-guia daqueles que O aceitam de todo o coração;
  2. O suprimento de cada ovelha tem um tempo determinado. Ovelha não “come” o tempo todo;
  3. Enquanto o pastor alimenta outra ovelha, esta (cada um de nós) aguarda a sua vez, e com paciência;
  4. A cronologia divina difere um pouco (ou muito!) da humana. Somos apressados demais – demais…;
  5. E assim, quando pensamos que Ele já nos esqueceu, eis que o mestre vem e traz o nosso maná.

O cristianismo é religião de paciência. Espera-se com confiança no Senhor, e Ele nos ouve em meio às nossas petições.

No verdadeiro cristianismo não existem os tais “decretos”, tão comuns em alguns corações que ignoram a verdade bíblica.

Deus não se deixa intimidar por “decretos” e coisas do tipo. Afinal, Ele é soberano – e sempre será, apesar da negação de alguns.

PCSampaio

Pastor e radialista

5585 9 9982 1165 WhatsApp

Skype pcesarsampaio

Email paulocesar@benedictus.com.br

https://www.facebook.com/pcesarsampaio

Seja seletivo em quem confiar…

obras-de-arte-afremov

“Mas o mesmo Jesus não confiava neles, porque os conhecia” (Jo 2.24).

Fica sabido que todos deveriam confiar em Jesus Cristo, verdade que se prega desde a assunção dEle aos céus – e já se vão 2016 anos – ou mais um pouco! 

Fica a pergunta: Em quem Jesus não confiava!? Ora, nos religiosos e demais humanos da época, gente de alta periculosidade, mas com um discurso “politicamente correto”. E, com isso, com vãs filosofias e sutilezas, enganavam a quase todos, com exceção do Mestre, é claro!

Eis que, aqui e agora, revelo aos meus fiéis leitores, o 15º mistério: não se deve confiar 100% em ninguém – eu disse: ninguém, nem mesmo em você! Por que? Porque, muita vez, dizemos uma coisa; e praticamos outra! Paradoxo paulino, é bem verdade!

Pense nisso:

1. Jesus não confiava neles, porque os conhecia;
2. Por que você iria por sua total confiança em alguém?;
3. Gente que elogia na presença; e “detona” você na ausência;
4. Religiosos pseudo-poderosos, que enganam a muitos ingênuos e simplices na fé;
5. Conheça a verdade e você poderá perceber as heresias- as mais sutis.

Faça isso:

1. Ore;
2. Leia a Bíblia, em mais de uma versão;
3. Leia bons autores. Seja seletivo;
4. Use boas concordâncias;
5. Não se deixe enganar por hereges – jamais. Eles estão em todos os lugares – até mesmo no púlpito de uma igreja.

Deus tenha piedade de todos – a começar de mim.

Paulo César Sampaio
Pastor/radialista e radical-bíblico-conservador-pesquisador.
5585 9982 1165 WhatsApp
Skype pcesarsampaio

https://www.facebook.com/pcesarsampaio

© 2017 Benedictus

Theme by Anders NorenUp ↑