Tricas & Futricas – que diabo é isso!?

“O ânimo sereno é a vida do corpo, mas a inveja é a podridão dos ossos” (Prov.14.30)

Ânimo é uma condição emocional relacionada ao estado de espírito, humor e temperamento.

Na verdade, quero tecer ligeiro comentário sobre a inveja – sim, a inveja que significa ‘desgosto ou pesar pela felicidade de outrem; lugar onde jamais habita o sol e nenhum vento lá chega’. E a fofoca, arma principal dos invejosos, é um repasse distorcido e mal intencionado de um fato com a intenção de difamar a pessoa do invejado. O fofoqueiro, em lugar de estudar, crescer em graça e conhecimento diante de Deus e dos homens, o fofoqueiro prefere destilar seu veneno peçonhento e arruinar a sua própria vida – além de prejudicar a do outro, de alguma forma.

Percebo que muitos leitores estão a me dizer: “Ih, pastor, como posso então detectar um invejoso-fofoqueiro?”. Aqui estão algumas dicas:

  1. O invejoso-fofoqueiro tenta estragar e/ou menosprezar seus sonhos. Você relata um acontecimento alegre e ele diz: “Não é para tanto…”;
  2. O invejoso-fofoqueiro é um “mascarado”. Você celebra uma vitória e ele vem a você de braços abertos, ele abraça a você, abre um sorriso – tudo falso, tudo máscara, tudo para disfarçar a diabólica inveja que ele tem de você;
  3. O invejoso-fofoqueiro está sempre, sempre tentando roubar o seu mérito. Ele diz: “Sem mim, você não teria conseguido”;
  4. O invejoso-fofoqueiro critica os outros bem na sua frente, e pede segredo a você! Ora, se ele faz isso com os outros, decerto fará o mesmo com você. Então, por que confiar nele?;
  5. O invejoso-fofoqueiro usa de ‘silenciador’, ou seja, usa de uma máscara de piedoso. Fica calado em situações em que deveria se pronunciar a seu favor… Ele prefere assistir a tudo em silêncio… E quando você erra, ele detona: “Eu bem que te avisei”;
  6. O invejoso-fofoqueiro não costuma reconhecer os seus valores, os seus talentos, as coisas que você faz bem. Se você, que é mulher, compra um conjuntinho básico de bolsa & sandália, na semana seguinte a “miga” está com a mesma coisa, muda apenas a cor!!!;
  7.  O invejoso-fofoqueiro alardeia que é muito seu amigoooo e/ou amigaaaaaa e que jamais, jamais falaria mal de você.

Compartilhe este nosso texto com todos os seus familiares e amigos – ah, e com alguns invejosos que você conhece!

Deus tenha piedade de nós! Senhor, tende piedade de nós!

PCSampaio

Pastor e radialista em http://www.radiobenedictusfm.com

5585 9 9982 1165 WhatsApp DUO

Skype pcesarsampaio   Email paulocesar@benedictus.com.br

Aprenda a dizer ‘Não’ – antes que seja tarde demais.

“Seja o seu ‘sim’, ‘sim’, e o seu ‘não’, ‘não’, o que passar disso vem do Maligno” (Mateus 5.37)

A verdade toda é que a tendência nossa de cada dia é para dizermos ‘sim’ a tudo e a todos. Afinal, a gente não quer contrariar ninguém, a gente não quer fazer inimigos, a gente  quer “ficar de bem” com todos.  E com essa atitude, vamos nos apequenando, nos limitando, nos frustrando, porque – até hoje – não aprendemos a dizer ‘Não’.  Mas, a sua libertação desse jugo está aqui e agora! Aprenda a dizer ‘Não’:

  1. Não tenha medo. Medo é seu pior e primeiro inimigo;
  2. Não tenha culpa. Culpa deve(ria) sentir o outro em estar exigindo de você aquilo que você não pode e/ou não quer dar;
  3. Ganhe tempo. Diga: “Verei o que posso fazer”, enquanto você decide;
  4. Vença pelo cansaço.  “Verei o que posso fazer” na verdade pode ser um ‘Não’, disfarçado;
  5. Sugira outra coisa, outra saída à pessoa que lhe perturba o tempo todo;
  6. Repasse o pedido, tipo: “Conheço alguém que pode lhe ajudar”, e dê o contato de outra pessoa, de preferência inimiga sua;
  7. Elogie: “Você é pessoa de minha estima”; Negue: “Mas, dessa vez não posso lhe ajudar”; Agradeça: “Obrigado por ter-se lembrado de mim”;
  8. Encerre o assunto: dê um ‘até logo’, ou mesmo um ‘adeus’, e afaste-se da pessoa sem olhar pra trás;
  9. Ensaie os oito pontos acima na frente de um espelho. Ainda hoje! Sim, você vai conseguir.

Então, gostou das dicas acima? Então, coopere com este nosso Ministério para que possamos continuar levando a palavra de Deus a todo o mundo de fala portuguesa. Contribua segundo Deus tocar em seu coração. Clique em Contribua na página inicial.

Ei, psiu!!!! Não vá sem contribuir!!!!  Olha como você está aprendendo rápido!!!!

PCSampaio

Pastor e radialista em http://www.radiobenedictusfm.com

5585 9 9982 1165 WhatsApp DUO

Skype pcesarsampaio   Email paulocesar@bebnedictus.com.br

Levanta, sacode a poeira e segura na mão de Deus!

“Pois ainda que o justo caia sete vezes, tornará a erguer-se, mas os impios são arrastados pela calamidade” (Prov. 24.16)

Fica sabido que o cair é do homem e o levantar é de Deus!

O meu leitor – que é afeito à leitura bíblica – dirá que “não há um justo sobre a terra que não peque…” Sim, isso é verdade, daí a necessidade de ter-se a correta compreensão do verso acima. Vamos lá:

  1. Todos caem. Todos somos pecadores. Todos carecem da glória de Deus;
  2.  O número sete, aqui, dá uma idéia de infinitude – ou seja, todos caem mais de uma vez;
  3.  Uma vez no chão, deve-se clamar pela ajuda divina e – com a ajuda de outrem – iniciar a recuperação;
  4.  Geralmente, ninguém se levanta sozinho. Feliz aquele que tem familiares que o amam, e amigos que o amam;
  5.  Uma vez de pé, vá e não peque mais – diria Jesus de Nazaré.

Sinto que alguém que está me lendo agora… ainda está no chão… e ainda não teve a ajuda de outrem, enquanto sofre, e chora, e geme e clama por uma solução ao seu problema. Seja bem-vindo à vida real: a cada dia, basta o seu próprio mal – disse Jesus! Tenho boas novas para você, leitor e sofredor: o nosso bom Senhor está vindo ao seu socorro… Aguente só um pouquinho mais! Ele ama você e já determinou que seu sofrimento terá um fim, e pode ser ainda hoje!

Deus tenha piedade de todos nós. Senhor, tende piedade.

PCSampaio

Pastor e radialista em http://www.radiobenedictusfm.com

5585 9 9982 1165 WhatsApp DUO

Skype pcesarsampaio    Email paulocesar@benedictus.com.br

Égua dos carros de faraó – assim é você, minha querida!

“Comparo a você, minha querida, a uma égua dos carros de faraó´” (Cântico dos cânticos 1.9)

Antes de tudo informo às minhas leitoras que não sofro de ‘Misoginia’ (desprezo, repulsa, aversão às mulheres). Não – por Deus, não! Ao contrário, sou muito bem casado com uma linda mulher há 33 anos. Tenho-a amado todo esse tempo e pretendo continuar fazendo-o pelos próximos 100…

A introdução acima tem e faz sentido: é que, hoje em dia, a gente toma cuidado ao elogiar alguém, para não incorrer no risco de ser ‘politicamente incorreto’ – principalmente com as mulheres. Assim, aqui estão algumas dicas básicas para você – homem tosco, grosso, cascudo e desajeitado – para você tratar bem a sua amada:

  1.   Seja sempre paciente com ela. Cada mulher tem um ritmo próprio, Apressá-la só vai piorar as coisas.
  2.    Fique do lado dela. Se ela chorar, chore também; se ela sorrir, abra uma gargalhada.
  3.    Demonstre que você tem sentimentos. Rasgue o seu coração.  Diga-a que a ama demais, demais – demais.
  4.    Elogie-a na frente das amigas dela. Isso vai dar a ela o que falar por um mês inteiro… Sim, faça isso.
  5.    Seja somente dela. Sem essa de fazer joguinho besta de ciúmes… Ela precisa saber que você é dela – somente dela.
  6.    Surpreenda sua amada. Presentinhos nas datas importantes – e a qualquer momento (surprise!!!). Elas “piram”.
  7.    Não discuta com sua amada. Ela sempre tem razão (diga isso a ela, mesmo que não seja verdade). Pronto, acabou a briga!

Ah, voltemos à comparação do verso acima. Antes – antes de você chamar sua amada de ‘égua dos carros de faraó’, recomendo que você esteja disposto a não dormir na mesma cama, caso ela não compreenda a equina analogia. Dito de outra forma: diga isso a ela e traga-lhe um presente de qualidade: vale um ramalhete de flores vermelhas, ou uma jóia, ou um conjuntinho básico sapato & bolsa. E deixa Deus agir!

Deus tenha piedade de nós – Senhor, tende piedade de nós!

PCSampaio

Pastor e radialista em http://www.radiobenedictusfm.com

5585 9 9982 1165 WhatsApp DUO

Skype pcesarsampaio / E.mail paulocesar@benedictus.com.br

Doce pode(ria) ser a vida!

“É doce a luz, e é coisa agradável aos olhos ver o sol” (Eclesiastes 11.7). 

Doce de laranja
Doce de limão
Doce de cajá

Doces cítricos – e ainda nem citei outros de preferência de meus quase 7 leitores.

A verdade é que o doce sempre está associado a algo bom, que vale a pena experimentar, mesmo que – eventualmente – venha a engordar!

Afinal, por que não testar aquela nova receita de doce, não é mesmo?

O verso acima afirma que a luz – sim a luz! – é doce também! E agradável aos olhos ver o próprio sol, embora não se recomende que deva-se olhar diretamente para ele, sob pena de prejuízos à visão.

Jesus se nos apresentou como a luz do mundo, e – ao final – ele se revelará como mais brilhante que o fulgor do sol. Tudo isso é coisa santa, doce e agradável àqueles que estão em busca da verdade e do melhor dos doces…

Experimente você também o melhor dos doces e a melhor das luzes: Jesus Cristo de Nazaré.

Que você tenha uma abençoada semana! E espero que você ore por mim também!

Paulo César Sampaio

Pastor e radialista em http://www.radiobenedictusfm.com

5585 9 9982 1165 WhatsApp DUO

Skype pcesarsampaio     Email paulocesar@benedictus.com.br

Fique rico da noite para o dia!

“Não te fatigues para seres rico; não apliques nisso a tua inteligência” (Prov. 23.4)

Vivenciamos crises – no plural mesmo – há 3 anos!

Ninguém sabe quando a economia vai melhorar e com isso “puxar” as demais coisas para níveis mais toleráveis.

No momento, há mais de 15 ou 16 milhões de desempregados na terra-brasilis (e não 13 milhões como anunciado). Estamos todos tristes, muito tristes e não poucos já passaram da melancolia à depressão! Em meio a tudo isso, no chamado segmento Gospel , há muita gente ganhando fábulas de dinheiro! Estou a falar de figuras que se utilizam da falsa Teologia da Prosperidade para enganar os simples e crédulos de coração, e com essa abominável atitude trazem vergonha, difamação e incredulidade ao verdadeiro Evangelho de Jesus Cristo, que sempre pregou a simplicidade, a humildade, a moderação e o contentamento (cf. Filip. 4.1-19).

Tenho lido e ouvido que já teríamos chegado ao fundo do poço… Quero acreditar, e meu espirito me lembra que tudo é possível para Deus, mas nada é impossível de acontecer (de piorar, quero dizer) nesse lindo e nosso Brasil. A nossa incapacidade de governar tem um passado glorioso e, está-se provando, um futuro promissor! O dito é verdadeiro: só Deus salvará Israel e, se Ele quiser mesmo, a nossa pátria verde-e-amarela!

O meu fiel leitor deve(ria) anotar essas modestíssimas “dicas” para enriquecer, da noite para o dia:

  1.   Levante cedo;
  2.   Tome café;
  3.   Pegue o ônibus (ou moto, ou carro) e vá em procura de trabalho;
  4.   Se você já tem um trabalho, então dê graças a Deus! Lembre-se: hoje há mais de 15 ou 16 milhões sem ele;
  5.   Qualifique-se o mais que puder a fim de manter o seu emprego;
  6.   Esteja antenado com tudo e com todos. O mundo hoje é “digital” e não mais “analógico”;
  7.   Então você tem horror à Internet!? Um jovem a-do-raaaaaa e vai tomar o seu emprego;
  8.   Abra a boca nas reuniões da empresa. Sugira, questione, envolva-se, com educação e respeito;
  9.   Ouça muito, aprenda com os mais experientes, observe tudo. Esteja disponível;
  10.   Ah, super importante: gaste MENOS do que você ganha

Aplique a sua inteligência às coisas de Deus (cf. Col. 3.2). As demais coisas lhe serão acrescentadas.

Em tempo: a maior riqueza você já a possui – a sua salvação!

PCSampaio

Pastor e radialista em http://www.radiobenedictusfm.com

5585 9 9982 1165 WhatsApp DUO    Email: paulocesar@benedictus.com.br

 

Seja generoso – hoje e sempre

“O generoso será abençoado, porque dá do seu pão ao pobre” (Prov. 22.9)

Generoso vem de Generosus, “de nobre nascimento, liberal, magnânimo”.

A história prova que sempre houve pessoas generosas, prontas a ajudar outros menos afortunados. Fica sabido que a generosidade não vem – necessariamente – de quem tem acima de suas necessidades. Muita vez, um pobre pode ser tão ou mais generoso que um rico, que lembra-se de dar aquilo que jamais lhe fará falta. Ora, as Santas Escrituras estão apinhadas de exemplos de generosos que dividiram o pouco pão que tinham com grande multidão de esfomeados a volta (cf. Mateus 14.15-20).

Características de um generoso:

  1.   Está atento à necessidade daquele a quem ama, é amigo – de fato;
  2.   É companheiro de quem sofre; mesmo que nada possa fazer em certo momento, quer estar junto;
  3.   É um bom ouvinte-confidente, sente prazer em ajudar – e não revela segredos, jamais;
  4.   É justo, defende a quem ama – e nunca fica “em cima do muro” (atitude covarde);
  5.   Não ajuda pra depois “passar na cara” o favor que fez (atitude covarde);
  6.   Primeiro ouve tudo – com extrema atenção – depois, só depois emite opinião;
  7.   Não se furta de falar a verdade, mesmo que isso choque – a generosidade, afinal, é chocante mesmo;
  8.   Não se melindra com pouca coisa; e sabe contornar situações para apaziguar os querelantes;
  9.   Está sempre aberto ao novo, desde que isso não fira os seus princípios morais;
  10.   Está sempre pronto  a repartir o pão – uma das expressões de generosidade e do amor de Deus.

Certamente o meu distinto leitor se encaixa nas 10 (ao menos 2!?) características acima – ou não!?

PCSampaio

Pastor e radialista em http://www.radiobenedictusfm.com

5585 9 9982 1165 WhatsApp    Email: paulocesar@benedictus.com.br

Amar a Deus ou ao mundo – oh, dúvida cruel!

“O amor deve ser sincero. Odeiem o que é mau, apeguem-se ao que é bom” (Rm 12.9).

Todas as religiões pregam sobre o amor – disso todos sabem. O problema é que enorme quantidade de guerras foram (e ainda são!) iniciadas – e mantidas – devido as religiões! Verdade que nos envergonha a todos.

O  maior exemplo de amor foi o Cristo, que deu a própria vida em resgate de muitos, a saber: a todos que nEle crêem. Nem todos crêem! Este velho mundo têm cerca de 7 bilhões de habitantes, dos quais menos de 3 bilhões professam o cristianismo.

O amor deve(ria) ser recíproco: eu amo e sou amado. Amor não correspondido pode logo se transformar em ódio incontido, que, por sua vez, terá sua tradução em ação negativa…

Do versículo acima, a gente entende que:

1.    O amor deve ser sincero, sem máscara nenhuma;
2.    Ódio somente para o que é mau. Cuidado extremo nas demais coisas;
3.    Perceber o bom. Apegar-se a ele com “unhas, coração e dentes”;
4.    Clamar a benção do Altíssimo em nossas vidas;
5.    Tocar a vida.

Amar é…………….(complete você mesmo).

PCSampaio

Pastor e radialista em http://www.radiobenedictusfm.com

5585 9 9982 1165 WhatsApp

Skype pcesarsampaio    Email paulocesar@benedictus.com.br

Quem semeia ventos, colhe tempestades-furacões-tufões…

“Semeiam ventos, hão de colher tempestades! Talo sem espiga não pode dar farinha! E, mesmo que desse, os estrangeiros é que iriam comer” (Oséias 8.7).

Vivenciamos tempos de ventos contrários! Disso todos (quase!) têm experiência.

O velho Salomão, em seu Eclesiastes, no capítulo três, já nos informa que há tempo para tudo debaixo do sol. Daí segue-se que nem sempre é tempo de “só vitórias”. As “quase-vitórias/quase-derrotas” são o resultado de nossas ações e/ou – para dizer tudo – a vontade de Deus.

Difícil mesmo é ver como há gente que ainda usa o pouco tempo que lhe resta para “semear ventos”, quando melhor lhe seria semear a paz entre os desterrados filhos de Eva.

O velho profeta Oséias nos afirma – com saber – que talo sem espiga não pode dar farinha. O bom final de certas coisas depende de sua origem, e de um coração generoso e tocado pelo santo Espírito de Deus.

A verdade toda é que todos somos “estrangeiros”, mesmo sendo “naturais” de cada terra. A nossa pátria está em cima, não aqui embaixo. E não se diz isso para menosprezar a terra onde nascemos, mas para priorizar e valorizar o nosso destino, o destino de todos aqueles que amam o Salvador: Jesus Cristo, qual nos está reservando as mansões celestiais, desde a fundação do mundo.

É tempo de ajustar as velas ao soprar dos ventos, mesmo que eles tragam tempestades. Navegar é preciso, viver não é preciso!

PCSampaio / pastor-radialista em http://www.radiobenedictusfm.com

5585 9 9982 1165 WhatsApp / E.mail: paulocesar@benedictus.com.br

 

Nunca, nunca confie 100% em alguém!

“Mas o mesmo Jesus não confiava neles, porque os conhecia” (Jo 2.24).

Fica sabido que todos deveriam confiar em Jesus Cristo, verdade que se prega desde a assunção dEle aos céus – e já se vão 2017 anos – ou mais um pouco! 

Fica a pergunta: em quem Jesus não confiava!? Ora, nos religiosos e demais humanos da época, gente de alta periculosidade, mas com um discurso “politicamente correto”. E, com isso, com vãs filosofias e sutilezas enganavam a quase todos, com exceção do Mestre – é claro!

Eis que, aqui e agora, revelo aos meus quase sete leitores, o 15º mistério deste nosso Ministério Benedictus: não se deve confiar 100% em ninguém – eu disse ninguém, nem mesmo em você! Por que? Porque, muita vez, dizemos uma coisa e praticamos outra! Paradoxo paulino, é bem verdade!

Pense nisso:

1. Jesus não confiava neles, porque os conhecia;
2. Por que você iria por sua total confiança em alguém?;
3. Gente que elogia na presença; e “detona” você na ausência;
4. Religiosos pseudo-poderosos, que enganam a muitos ingênuos;
5. Conheça a verdade e você poderá perceber as heresias, mesmo as mais sutis.

Faça isso:

1. Ore;
2. Leia a Bíblia, em mais de uma versão;
3. Leia bons autores. Seja seletivo;
4. Use boas concordâncias;
5. Não se deixe enganar por hereges.

Deus tenha piedade de todos, a começar de mim.

Paulo César Sampaio
Pastor/radical-bíblico-conservador-pesquisador e radialista em http://www.radiobenedictusfm.com
5585 9982 1165 mobile
Skype pcesarsampaio

« Older posts

© 2017 Benedictus

Theme by Anders NorenUp ↑