Feliz 2018 a todos vocês!

Não te maravilhes de te ter dito: Necessário vos é nascer de novo. João 3:7

E assim chegamos a janeiro de 2018!

Devo fazer uma confissão: estou ‘maravilhado’ de estar vivo! É que nascido há mais de 5 décadas e ainda ter saúde para enfrentar mais 365 dias de um ano novo, é isso uma dádiva de Deus – e deve ser celebrada. Se me perguntarem se farei algo diferente esse ano, direi que sim – e que não!

QUE SIM! Para obter resultados diferentes, tenho de usar diferentes métodos.

QUE NÃO! Há certas coisas que não devem ser mudadas – de nenhuma forma. Ao contrário, o conservadorismo aqui é um fundamento inamovível. Somente os espirituais entenderão o que aqui escrevo. Se um meu leitor ainda não entendeu, isso prova o que acabo de dizer!

E mais não direi – nem sob tortura.

Feliz 2018!

PCSampaio / pastor – radialista DRT CE 6705

5585 9 9982 1165 WhatsApp  /  Skype pcesarsampaio

 

Coragem – a gente sempre tem um pouco, só um pouco…

“No dia em que eu clamei, tu me acudiste e alentaste a força de minha alma” (Salmo 138.3)

Hoje, 18/12/2017, amanheci meio necessitado de mais coragem…

O que eu fiz!? Ora, busquei na Bíblia um versículo que falasse de coragem. E achei esse acima – Salmo 138.3. Há inúmeros outros, mas gostei desse e aqui escrevi. Espero que sirva a alguém, pois a mim me serviu  – e serve sempre. Explico melhor:

No dia em que clamei:

A verdade toda é que todos os dias a gente clama… Às vezes somos ouvidos; às vezes não! Somos especialistas em clamar, e amadores demais para agradecer! Não sei por quê! Ou, talvez eu saiba: trata-se de uma enorme necessidade de se estar sempre clamando por mais, e por mais, e por mais. A ingratidão é própria dos hu-manos.

Tu me acudiste e alentaste a força de minha alma: 

Ele está sempre pronto para nos acudir – mas nem sempre o faz! Afinal, Ele sabe o que é melhor para nós. Minha alma pode(rá) estar meio triste (ou tristíssima), mas Ele há de me alegrar, de novo. De novo e sempre – e sempre.

Ouve, Senhor a minha oração e as orações de meus leitores.

PCSampaio / pastor e radialista DRT CE 6705

5585 9 9982 1165 WhatsApp

 

 

 

Sinceridade – perigo constante!

“Preservem-me a sinceridade e a retidão, porque em ti espero” (Salmo 25.21)

Sine cera‘ – ou seja, sem cera.

Na Roma antiga havia vasos finos, delicados e transparentes onde alguém podia ver todo o conteúdo que ali fosse colocado. Tais vasos eram muito apreciados e caros. Ao longo dos anos, o sine cera adquiriu outro significado: alguém franco, honesto e transparente em suas declarações e atitudes.

Hoje em dia, a hipocrisia, a dissimulação, a malícia, o puxa-saquismo e afins reinam nos relacionamentos. Isso é comum no “mundo secular”, mas – desgraçadamente – de há muito já se fez verdade no “mundo eclesiástico”. Afinal, somos todos  de uma mesma fonte: um barro que recebeu  um fôlego da parte de Deus e que, depois, por livre arbítrio, resolveu rebelar-se e tomar caminho independente – deu no que deu!

E agora!?

Ser sincero e reto não atrai muitas amizades… Ao contrário, repele aqueles que se achegam com segundas, terceiras e quartas intenções. A verdade toda é que é melhor – sim é muitoooo melhor! – ficar sozinho e/ou com um número seleto de amigos, amigos de verdade (amigos para siempre!).

Porque esperar em Deus é (sempre foi!) a única coisa certa a fazer. A resposta pode(rá) demorar e/ou talvez nunca chegar! Ele sabe o que é melhor para cada um de nós. Nem sempre entendemos… Quase sempre duvidamos… É a vida real, a vida como ela sempre foi, e será.

Hum – então você, leitor amigo, está mesmo lendo este texto até agora!

Sin-ceramente!

PCSampaio / pastor e radialista DRT CE 6705

5585 9 9982 1165 WhatsApp / E.mail  paulocesar@benedictus.com.br

31 OUTUBRO – 500 ANOS DA REFORMA PROTESTANTE

De 1517 a 2017 são 500 anos.

Muito há para celebrar.

Muito há para – ainda -consertar!

Por hoje: dê graças ao Pai.

PCSampaio
Pastor e radialista DRT CE 6705
5585 9 9982 1165 WhatsApp
Skype pcesarsampaio
Email paulocesar@benedictus.com.br

O temor do Senhor Jesus Cristo é o princípio do saber

SÉRIE PROVÉRBIOS

O temor do Senhor é o princípio do conhecimento; os loucos desprezam a sabedoria e a instrução (Prov. 1.7)

Em outro post já bem defini o que seja a diferença entre temor e medo. O medo é apavorante, paralisante e impeditivo de qualquer ação. O temor é sentimento nobilíssimo, tanto mais quanto se refira ao Senhor Jesus Cristo. Não se deve(ria) sentir medo de Deus, e sim temor – respeito, reverência e tudo o de mais sagrado.

De modo breve, comentamos o verso acima:

O temor do Senhor: quem o tem possui grande bem espiritual. Esse sentimento evitará ações impensadas quais poderiam acabar em tragédias. Respeito às autoridades, honra a quem merece honra – mas todo o temor a Deus e ao seu filho Jesus Cristo.

É o princípio do conhecimento: sabe-se, desde sempre, que há dois tipos de conhecimentos:  1. O humano, que costuma ensoberbecer; 2. O divino, que costuma enobrecer, isto é, àquele que o possui bem seguro está e – sobretudo – desejoso se encontra para compartilhar a maravilhosa dádiva.

Os loucos desprezam a sabedoria e a instrução: sempre foi assim e assim será. Fica sabido que ‘louco’ aqui tem a ver com aquele que, deliberadamente, escolhe não temer a Deus – e pior dos mundos – mas achincalhar todos os que têm fé no sagrado.

E aí, o meu leitor teme a Deus?

PCSampaio / pastor-radialista DRT CE 6705

5585 9 9982 1165 WhatsApp

Skype ID   pcesarsampaio

 

Visão espiritual – clichê

“Invoca-me e te responderei; anunciar-te-ei coisas grandes e ocultas, que não sabes”(Jer. 33.3)

De quando em vez ouço alguém dizer que tem ‘visão espiritual’. E ao falar isso cerra os olhos, morde os lábios, respira fundo a fim de impressionar o ouvinte e fazê-lo crer que, de fato, a tal visão espiritual está ali – bem ali!

O chamado ‘mundo Gospel’ está cheio de clichês: “Tá amarrado; é forte; o fogo está descendo; queima Ele, Jesus”, e coisas do tipo. Mas, nenhum desses clichês se compara ao “Na minha visão espiritual”. E o figura passa a destilar um ‘rosário de abobrinhas’ que um crente medianamente informado sabe que é tudo mentira, invencionice, impressões malévolas travestidas de religiosidade.

De modo breve:

1. Deus nos declara: “Invoca-me”. E assim deve(ria) ser feito. Com humildade e sinceridade devemos invocar o Todo-Poderoso a fim de nos permitir uma ‘visão espiritual de verdade’, calcada na palavra dEle – e não em nossas impressões e/ou preconceitos;

2. “E te responderei”: Ele responde sempre – mas nem sempre no nosso tempo, e sim no tempo dEle, que pode demorar um bocado, enquanto continuamos invocando, clamando, suplicando, chorando e esperando;

3. “Anunciar-te-ei”: Ele é o maior e melhor publicitário. Ele é quem anuncia as boas novas de salvação e de consolação. Somos apenas canais por onde flui o Espírito Santo. A glória é dEle, e não nossa! Paremos de ser arrogantes com expressões-clichês usadas à exaustão;

4. “Coisas grandes e ocultas”: Tudo de Deus é grande, porque Ele é – naturalmente – grande! Assim, tudo o que vier dEle é para o nosso beneplácito e daqueles que nos ouvem e/ou leem;

5. “Que não sabes”: A gente pouca coisa sabe e muitas não temos a mínima idéia. Vontade de aprender, de ouvir, de ler, de pesquisar, de fazer, de testar e ver o que a gente aprende deve(ria) ser uma constante em meio ao povo dito de Deus. No entanto, desgraçadamente, sempre existem os chamados ‘espíritos de mediocridade’ que, alem de pouco ou nada fazerem, ainda atrapalham os que querem fazer.

Verdade seja dita, há abundância de mediocridade em meio a uns poucos espíritos elevados e capazes de detectar os novos tempos, quais exigem novas estratégias – sempre fundamentadas na palavra de Deus.

Não seja cópia de outro(a). Seja você mesmo(a). Seja original. Você nunca, nunca vai agradar a todos. Afinal, nem Jesus agradou a todos!

PCSampaio
Pastor e radialista  http://www.radiobenedictusfm.com
5585 9 9982 1165 WhatsApp DUO
Skype pcesarsampaio
Email paulocesar@benedictus.com.br

Missionário Virtual – mas real!

A quem dá liberalmente, ainda se lhe acrescenta mais e mais; ao que retém mais do que é justo, ser-lhe-á em pura perda” (Prov., 11.24)

Este nosso (seu) Ministério, na Internet, iniciou em abril de 2002.

Lá se vão 15 anos de pregação do santo Evangelho através da mídia digital: blog, site, rádio-web, YouTube, etc. Utilizamos várias mídias a fim de alcançarmos o maior número de pessoas. E Deus tem-nos ajudado. O novo site de nossa (sua) RÁDIO BENEDICTUS FM, lançado em setembro/2017, já conta quase 17 mil visitas! A cada dia mais gente está chegando!

Gostaríamos de contar com a sua ajuda. Clique em ‘CONTRIBUA’ e veja a melhor forma dentre as que estão sugeridas. Decerto, Deus há de abençoar sua vida, hoje e sempre. Toda e qualquer valor é bem-vindo e será usado na obra de Deus.

Ao depositar, envie-nos comprovante de depósito, via WhatsApp 85 9 9982 1165, a fim de orarmos por você e incluirmos o seu número para receber o PODCAST PALAVRA DO DIA, um novo sistema que leva uma mensagem ao seu celular, curtinha, direta e abençoadora.

Deus tenha piedade de nós!

PCSampaio

Pastor e radialista em http://www.radiobenbedictusfm.com

5585 9 9982 1165 WhatsApp DUO

Skype pcesarsampaio

Email paulocesar@benedictus.com.br

 

 

 

O temor do Senhor é o princípio do saber

“O temor do Senhor é o princípio do saber, mas os loucos desprezam a sabedoria e o ensino” (Prov 1.7)

Fica sabido que há grande e grave diferença entre temor e medo, a saber:

Temor: sentimento de respeito e/ou reverência.

Medo: sentimento de que algo ruim pode ocorrer a qualquer momento.

Não se deve(ria) ter medo da cruz, e sobretudo do senhor que foi lá posto – Jesus Cristo. Afinal, Ele se deixou pregar em nosso lugar. Ele se fez pecado por nós. E, na cruz, venceu a tudo e a todos, proporcionando vida (eterna) a todo aquele que nEle creia. Quem crê nEle passa a ter um sentimento de temor, de respeito, de reverência a tudo o que é sagrado e respeito ao ser humano, imagem e semelhança do nazareno. A questão é: como isso tudo se traduz no dia-a-dia?

  1. Há quem evite qualquer menção de eternidade, que só aponta (na mente dos que assim pensam) para um futuro muito distante. Ora, o presente é mais interessante! O agora é real… nada de preocupar-se com o além-túmulo. Importa “gozar a vida”, enquanto vida há… E assim caminha a humanidade;
  2. Há quem, por outro lado, só fale de eternidade; despreocupado com o presente, que exige cuidados. E quem assim procede, torna-se “religiosamente insuportável”;
  3. Há quem transite entre esses dois mundos: o agora e a perspectiva de futuro que muito se fará em razão de ações-decisões tomadas no presente! Ponhamos isso em nossos corações: o hoje é o futuro de ontem; o futuro já começa hoje.

De fato, o temor do Senhor é princípio de vida – no presente e, sobretudo, no futuro.

PCSampaio

Pastor e radialista em http://www.radiobenedicitusfm.com

5585 9 9982 1165 WhatsApp DUO

Skype pcesarsampaio

Email paulocesar@benedictus.com.br

Campanha de Arrecadação na Kickante

Gostaria que meus amigos pudessem me ajudar nessa campanha que terá duração de apenas 60 dias, a contar de hoje. Todo e qualquer valor será bem-vindo. Com a ajuda de todos, a palavra de Deus continuará sendo levada aos povos de fala portuguesa através de nosso Ministério – escrito e radiofônico.

Conto com vocês!

Divulguem em suas mídias, ainda hoje!

São apenas 60 dias para que cada um possa cooperar!

Deus seja com todos vocês!

https://www.kickante.com.br/campanhas/ministerio-benedictus-o-evangelho-de-cristo

Não se pode fugir da presença de Deus

Atendendo a pedidos, aqui também posto essa mensagem que foi ministrada na AD CIDADE DOS FUNCIONÁRIOS.

Tema: Não se pode fugir da presença de Deus.

Texto: Livro de Jonas.

https://www.youtube.com/watch?v=AUyq0fLQROI

PCSampaio

Pastor e radialista em http://www.radiobenedictusfm.com

5585 9 9982 1165 WhatsApp DUO

Skype pcesarsampaio

Email paulocesar@enedictus.com.br

« Older posts

© 2018 Benedictus

Theme by Anders NorenUp ↑