Month: dezembro 2017

Coragem – a gente sempre tem um pouco, só um pouco…

“No dia em que eu clamei, tu me acudiste e alentaste a força de minha alma” (Salmo 138.3)

Hoje, 18/12/2017, amanheci meio necessitado de mais coragem…

O que eu fiz!? Ora, busquei na Bíblia um versículo que falasse de coragem. E achei esse acima – Salmo 138.3. Há inúmeros outros, mas gostei desse e aqui escrevi. Espero que sirva a alguém, pois a mim me serviu  – e serve sempre. Explico melhor:

No dia em que clamei:

A verdade toda é que todos os dias a gente clama… Às vezes somos ouvidos; às vezes não! Somos especialistas em clamar, e amadores demais para agradecer! Não sei por quê! Ou, talvez eu saiba: trata-se de uma enorme necessidade de se estar sempre clamando por mais, e por mais, e por mais. A ingratidão é própria dos hu-manos.

Tu me acudiste e alentaste a força de minha alma: 

Ele está sempre pronto para nos acudir – mas nem sempre o faz! Afinal, Ele sabe o que é melhor para nós. Minha alma pode(rá) estar meio triste (ou tristíssima), mas Ele há de me alegrar, de novo. De novo e sempre – e sempre.

Ouve, Senhor a minha oração e as orações de meus leitores.

PCSampaio / pastor e radialista DRT CE 6705

5585 9 9982 1165 WhatsApp

 

 

 

Sinceridade – perigo constante!

“Preservem-me a sinceridade e a retidão, porque em ti espero” (Salmo 25.21)

Sine cera‘ – ou seja, sem cera.

Na Roma antiga havia vasos finos, delicados e transparentes onde alguém podia ver todo o conteúdo que ali fosse colocado. Tais vasos eram muito apreciados e caros. Ao longo dos anos, o sine cera adquiriu outro significado: alguém franco, honesto e transparente em suas declarações e atitudes.

Hoje em dia, a hipocrisia, a dissimulação, a malícia, o puxa-saquismo e afins reinam nos relacionamentos. Isso é comum no “mundo secular”, mas – desgraçadamente – de há muito já se fez verdade no “mundo eclesiástico”. Afinal, somos todos  de uma mesma fonte: um barro que recebeu  um fôlego da parte de Deus e que, depois, por livre arbítrio, resolveu rebelar-se e tomar caminho independente – deu no que deu!

E agora!?

Ser sincero e reto não atrai muitas amizades… Ao contrário, repele aqueles que se achegam com segundas, terceiras e quartas intenções. A verdade toda é que é melhor – sim é muitoooo melhor! – ficar sozinho e/ou com um número seleto de amigos, amigos de verdade (amigos para siempre!).

Porque esperar em Deus é (sempre foi!) a única coisa certa a fazer. A resposta pode(rá) demorar e/ou talvez nunca chegar! Ele sabe o que é melhor para cada um de nós. Nem sempre entendemos… Quase sempre duvidamos… É a vida real, a vida como ela sempre foi, e será.

Hum – então você, leitor amigo, está mesmo lendo este texto até agora!

Sin-ceramente!

PCSampaio / pastor e radialista DRT CE 6705

5585 9 9982 1165 WhatsApp / E.mail  paulocesar@benedictus.com.br

© 2018 Benedictus

Theme by Anders NorenUp ↑